cabeçaho-site-ciaud.png

FORMA URBIS LAB

formaurbislab.fa.ulisboa.pt

Coordenador:Carlos Dias Coelho

Equipa: Carlos Dias Coelho, João pedro Costa, Sérgio Fernandes, Sérgio Proença, Paulo Pereira. Equipa doutorandos: João Silva Leite, Ana Amado, José Silva, Pedro Martins e Rui Justo.

O grupo de investigação “FORMA URBIS Lab” foi criado em 2006 na sequência da seleção pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia do projeto de investigação “A Rua em Portugal — Inventário Morfológico”. Constituiu-se a partir da equipa pluridisciplinar que se apresentou a concurso, composta por docentes da Faculdade de Arquitetura da UTL, à qual se foram agregando bolseiros do projeto, mestrandos e doutorandos com desenvolvimento de pesquisas ligadas à temática da forma urbana. Desenvolveu uma rede de relações com centros e grupos de investigação com interesses comuns ou complementares, assim como com investigadores nacionais e internacionais que participam nos trabalhos desenvolvidos como colaboradores ou consultores.

Tem como principal objetivo, a articulação de projetos anteriormente desenvolvidos, em desenvolvimentos e programados, com o intuito de construir o Atlas Morfológico da Cidade em Portugal, a colaboração em projetos desenvolvido por outras equipas e grupos de investigação cujos trabalhos requeiram os conhecimentos, apetências ou informações sobre a temática da forma urbana, assim como o acolhimento de projetos individuais desenvolvidos pelos seus membros ou colaboradores nesta linha de conhecimento e investigação.

No que se refere ao Interesse Científico, o FORMA URBIS Lab acolhe o desenvolvimento de trabalhos de investigação coletivos e individuais sobre a temática genérica da forma urbana. Entende a cidade como um objecto sedimentado que acumula informação sucessiva, onde projetos, modelos e operações concretas moldaram num tempo longo a forma da cidade num processo contínuo e inacabado, procurando entender e compreender os processos de sedimentação e transformação da cidade, espaço público e edificado. Nesta ordem de ideias, os estudos sobre morfologia e morfogénese assumem a principal linha temática de investigação, embora com incidência em aspetos tão variados como os processos de formação do tecido urbano, a sua evolução, as características e propriedades das formas e dos modelos urbanos e a abordagem dos planos como configuradores de cidade.