cabeçaho-site-ciaud.png

RCAAP - Normas de Acesso Aberto

No âmbito do acesso à ciência, iImporta referir que cada vez mais o acesso à informação científica deverá ser uma preocupação dos investigadores, assim como a colocação de artigos científicos nos repositórios construídos para o efeito como exemplo o RCAAP. 

Segue em seguida o email que a FCT nos enviou reforçando a politica de acesso ao conhecimento que visa cumprir os principios FAIR - Findable, Accessible, Interorperable, Reusable. 

"O acesso à ciência e ao conhecimento é indispensável a uma sociedade mais informada e mais consciente do Mundo que habita, contribuindo para a tornar mais justa, oferecendo a todos a oportunidade de beneficiar do conhecimento que é gerado pelo esforço de investigação que se pretende cada vez mais reconhecido pela sociedade. Este desígnio torna imperativa a partilha em acesso aberto do conhecimento produzido, quando este seja financiado por recursos públicos cumprindo com os princípios FAIR (Findable, Accessible, Interorperable, Reusable).

Em 2014, a FCT regulamentou a disponibilização em acesso aberto das publicações resultantes de investigação por si financiada, conforme estabelecido na Política sobre Acesso Aberto a Publicações Científicas resultantes de Projetos de I&D Financiados pela FCT, aplicada obrigatoriamente a todos os projetos aprovados no âmbito de concursos abertos a partir de 5 de maio de 2014.

Os procedimentos para cumprir os requisitos do acesso aberto são simples: depositar a publicação num repositório institucional integrante da rede do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal – RCAAP.

As publicações depositadas devem ser as versões finais publicadas pelo editor. Nos casos em que o editor não permita essa disponibilização, pode ser depositada a versão final do autor aceite para publicação. Essa versão é idêntica à versão final publicada pelo editor, incluindo as modificações introduzidas no processo de arbitragem, mas sem a formatação final do editor.

Cumprido este passo, a disponibilização da informação científica é viabilizada automaticamente através do repositório, de acordo com as condições previamente decididas no momento do depósito. Caso existam períodos de embargo, que variam consoante o tipo e área da publicação, a sua gestão automática assegura que a informação científica seja disponibilizada a todos os interessados findo o período especificado. A FCT acompanhará o cumprimento das normas estabelecidas, aplicando mecanismos de monitorização e de estímulo ao seu cumprimento.

Para mais informação sobre o Acesso Aberto e a Ciência Aberta e esclarecimento de qualquer dúvida, recomendamos a consulta das infografias e das FAQ sobre Acesso Aberto disponibilizadas pela FCT, bem como da página Ciência Aberta.

Contamos consigo para tornar a Ciência Aberta uma realidade e fazer com que a investigação que é financiada por todos possa ser usada em benefício de todos, promovendo ainda o reconhecimento que é devido aos investigadores pelo seu contributo único para o desenvolvimento da nossa sociedade." (Fonte: Email do
Presidente do Conselho Diretivo da FCT, Doutor Paulo Ferrão, de 6/12/2017)

 

Atualizado a 14 de dezembro de 2017